Princesas sem coroa ou #filmesdeCecilia1

Foto: Divulgação“Eu sou uma princesa. Todas as garotas são! Mesmo se elas vivem em velhos porões, se vestem trapos, mesmo que elas não sejam lindas, espertas ou jovens, elas ainda são princesas – todas nós!”

Alfonso Cuarón dirigiu A Princesinha em 1995, portanto há 20 anos, a versão verde, mágica (e imperdível), do livro de Frances Hordgson Burnett de 1905. Desde que vi e revi inúmeras vezes o filme, primeiro em VHS, depois na Sessão da Tarde, hoje em DVD ou no computador, tem sido um de meus mais queridos filmes infantis.

Porque apresenta a única versão de realeza que me interessa: as princesas reais.

As princesas especiais, filhas de pais que as consideram únicas em suas fraquezas, falhas e em suas belezas. As princesas que reinam nos mundos de faz-de-conta de todas as noites de história, mesmo que não usem coroas, que vistam pijamas rasgados, tenham remela no olho, não tirem notas altas. As meninas  que já não o são.

As que são princesas apesar de tudo que poderia torná-las ordinárias, mas são especiais pelo afeto, pelo encanto. Por serem donas de suas histórias e não precisarem de resgate.

É essa a princesa que quero para Cecilia. Não a princesa que sente a ervilha nas costas, mas a que tem a graça de não se importar onde dorme e agradece por ter um teto. 

A princesa que ama o pai (o livro/filme é uma elegia à relação de pai e filha).

A princesa que lê!

Tenho o filme, aqui, guardado para ver com Cecilia ao meu lado comendo pipoca e vendo esses laços de amor entre pais e filhas, entre meninas. Tenho o livro à espera de que ela leia.

Meninas reais, princesas, realeza.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s