12 momentos de deleite feminista em Peppa Pig

Foto: Reprodução/Internet
Mamãe Pig nunca se perde

Dia desses o blog Não pule da janela publicou uma lista com 10 desenhos bacanas que promovem a igualdade de gênero.

Cecilia assiste a alguns deles, gosta bastante, mas o preferido ainda é a Peppa. Por isso, li a lista pensando se o desenho preferido da minha filha, pelo menos, promove a igualdade. E cheguei a 12 momentos em que o desenho Peppa Pig é feminista, e bastante, grazadeus:

1. Senhora Coelho, mãe de Richard e Rebecca, está na toca com os filhos, que brincam com os amigos: Peppa, Suzy e George. Dona Coelho, a irmã dela, faz uma visitinha antes do trabalho. A Senhora Coelho não sabe como a irmã consegue trabalhar tanto. Dona Coelho lembra que ser dona-de-casa também é trabalho, sim, e nada fácil. E é mesmo: o trabalho doméstico/cuidado com os filhos é uma das atividades mais invisibilizadas e desvalorizadas (além de não ter remuneração, né?).

2. Peppa e Suzy jogam tênis quando os amigos todos chegam. Eles decidem jogar futebol. Meninos X meninas. Naturalmente, fica claro que futebol também é coisa de menina.

3. George Pig, o irmão mais novo da Peppa, adora brincar com a irmã. Inclusive gosta muito de brincar de casinha e de tomar chá. Porque não existe brincadeira de menino e de menina.

4. Como muitas mães, Mamãe Pig não trabalha fora, mas aparentemente faz home office. Vira e mexe ela precisa ir ao computador enviar e-mails muito importantes de trabalho. Porque mãe também trabalha.

5. Por outro lado, Papai Pig, que é engenheiro, suspeito, ajuda a limpar a casa, varre a sala, faz almoço e jantar. Homem contribui  com o trabalho doméstico.

6. Denny faz aniversário e a mãe prepara uma festa de pirata. Todos os meninos e as meninas vão fantasiados, porque menina também pode ser pirata (<3).

7. As meninas brincam no recreio, num episódio dedicado à contagem. Pedro Pônei (meu personagem favorito, amo) resolve mostrar como também conta bem, girando um bambolê, porque meninos giram bambolê. Ah, no mesmo episódio as meninas brincam de pula-sela.

A Senhora Coelho é toda a força produtiva da cidade
A Senhora Coelho é toda a força produtiva da cidade

8. Aquela mesma Senhora Coelho é, simplesmente, a responsável pela cidade em que vivem os Pig funcionar: é ela quem trabalha no mercado, dirige o ônibus (e o escolar), vende sorvete, pilota o helicóptero de resgate, comanda os bombeiros, vende sapatos… Tanto é que quando ela adoece a cidade para, afinal a força feminina no mercado de trabalho é enorme.

9. A Senhora Ovelha (mãe da Susy) é, aparentemente, mãe solteira. Hoje, no Brasil, o cartão do Bolsa Família é dado às mulheres porque elas representam a maioria das chefes dos lares.

10. A família Pig vai ao parque de diversões. Lá, Peppa quer ganhar um urso gigante (Cecilia adora falar “urso gigante”). No primeiro jogo, Mamãe Pig precisa pescar para ganhar a prenda, mas dizem que é impossível. Ela pesca. No segundo jogo, ela precisa acertar um alvo com a flecha. Mas é impossível, ela é apenas uma mulher. Ela acerta. No terceiro, os homens disputam força. Mas quem fica irritada com o sexismo e marreta mais forte é Mamãe Pig, que ganha todos os ursos da feira. Isso nos lembra que mulheres são tão capazes quanto os homens.

11. Mamãe Pig (de novo ela, tsc, tsc…) adora dirigir. Não apenas isso: ela dirige melhor que o Papai Pig – ele sempre se perde, tem o pior senso de direção do universo. Isso reforça a ideia de que mulher dirige tão bem quanto um homem, o resto é mito machista.

12. Os homens da cidade decidem vestir suas camisas de futebol e fazer um churrasco na casa dos Pig. Garantem estar tudo bem, mas acidentalmente incendeiam a churrasqueira. As mulheres, que comandam o Corpo de Bombeiros, têm de correr ao resgate, porque muitas vezes quem bota o pau na mesa e resolve é a mulher.

É claro que de vez em quando o desenho me deixa com raiva, como quando Papai Pig não quer jogar futebol com a camisa que a Peppa acidentalmente manchou de rosa. 

Qualquer dia desses escrevo sobre todos os momentos em que Peppa Pig fala para os pais (e ainda bem que as crianças não percebem).

Anúncios

Um comentário sobre “12 momentos de deleite feminista em Peppa Pig

  1. Gostei muito da sistematização, já tinha notado algumas coisas e vim procurar na internet alguém que teria escrito sobre isso. Minha filha assisti muito a Peppa e comecei a assistir também para conhecer melhor, e estou gostando. Depois escreve sobre possíveis erros do desenho.

    Abraços!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s